Alonso procura patrocínios para equipa de ciclismo

Depois de comprar a licença da Euskatel-Euskadi, o piloto espanhol
de Fórmula 1 trata agora de por a máquina a funcionar

Não pára o trabalho para Fernando Alonso agora que se tornou proprietário de uma equipa profissional de ciclismo. Depois de no início desta semana ter anunciado a compra da licença World Tour da Euskatel-Euskadi (VER AQUI), que se encontrava à beira de fechar, o piloto da Ferrari desdobra-se agora em contactos para colocar tudo a funcionar a tempo do início da próxima época.
Este fim-de-semana, durante o Grande Prémio de Monza, em Fórmula 1, grande parte das questões dirigidas a Fernando Alonso durante uma conferência de imprensa visara justamente o ciclismo. E o espanhol deixou algumas ideias importantes para o que quer deste novo projecto.
“Todas as decisões estão tomadas e agora temos os managers a trabalhar, temos de encontrar directores desportivos, patrocinadores, nome para escolher, há muitas coisas para fazer até Janeiro. É um projecto ambicioso  mas por agora não posso dedicar-lhe muito mais tempo porque estou a lutar pelo Mundial de F1. Mas queremos ter uma equipa ambiciosa, que possa lutar com as melhores equipas. Desde pequeno que gosto de ciclismo e faz mesmo parte dos meus treinos. Acompanho o desporto pela televisão, sigo os resultados e tenho muitos amigos no mundo do ciclismo, como o Alberto Contador. Este projecto serve também para unir duas coisas; trazer para a F1 o melhor do ciclismo, como o sacrifício, a determinação, a disciplina, mas também levar para o ciclismo o melhor da Fórmula 1, como a organização, o profissionalismo, ajudar em termos de imagem e merchandising. Mas não vou deixar de correr. Isso não está em cima da mesa. Estou na melhor fase da minha carreira como piloto e o mundo dos desportos motorizados é a minha grande paixão.”

Comentar

comentários

Leave a comment

Your email address will not be published.


*