André Sobreiro, atropelado, fica sem bicicleta

O azar bateu à porta do atleta paraolímpico. André Sobreiro foi atropelado enquanto
treinava e ficou sem bicicleta, com os Campeonatos Nacionais à porta.

A poucos dias de disputar os Campeonatos Nacionais de Paraciclismo – disputam-se dia 28 de Julho – André Sobreiro ficou sem bicicleta. O atleta algarvio foi atropelado enquanto treinava na EN 125 e, apesar de ter saído ileso do acidente, ficou sem bicicleta.
Isto configura-se como um verdadeiro pesadelo para o atleta que aspira estar nos Jogos Paraolímpicos de 2016, que fica assim sem meio de disputar as competições necessárias, mas também sem forma de treinar e melhorar a condição física.
Já em Maio de 2013, aquando da entrevista ao TopAtleta.pt, André revelou a necessidade de obter uma bicicleta nova, com as características mais recentes e necessárias para competir a um nível internacional, mas o custo da mesma chega aos 10 mil euros e sendo assim ele procurava apoios para alcançar essa meta. Com este acidente a urgência da aquisição de uma nova bicicleta assume novas proporções.
André Sobreiro, de 33 anos, ficou paraplégico há cerca de 10 anos na sequência de um acidente de mota. Desde então dedicou a vida ao desporto adaptado, já tendo jogado basquetebol, mas tendo-se focado mais recentemente no handcycle, além de trabalhar na Associação de Promoção ao Desporto Adaptado.
Em termos de competições, venceu a 1ª Edição dos Jogos de Portugal, em 2011, e dominou as duas provas do calendário nacional em 2012. Este ano já conquistou a Taça de Portugal de Paraciclismo e ao serviço da seleção portuguesa, na Taça do Mundo em Segóvia, ficou em 13º lugar, na prova em linha, e 14º lugar no contra-relógio.

O atleta criou entretanto uma página no Facebook na qual pede ajuda para a aquisição de uma nova handcycle. 

Recorde a entrevista a André Sobreiro

Comentar

comentários

Leave a comment

Your email address will not be published.


*