Anjos fazem ligação Seixal-Terena a pedalar

Dupla de cantores está a organizar uma “etapa” de 180 kms em estrada 
entre o Seixal e Terena, no Alentejo. Já há ciclistas profissionais confirmados.

O que começou em 2010 como uma brincadeira de um grupo de amigos de Nélson Rosado, cantor dos Anjos, está a ganhar, três anos depois, contornos de uma coisa séria. A ligação entre o Fernão Ferro, zona onde o cantor reside, e Terena, vila alentejana perto do Redondo, onde o cantor estabeleceu um pequeno refúgio tornou-se uma tradição tal que este ano vai contar com a presença da equipa profissional de ciclismo da Efapel/Glassdrive, equipa que em 2012 venceu a Volta a Portugal em bicicleta, através do ciclista espanhol David Blanco, já para não falar de Marco Chagas, antiga glória do ciclismo nacional, e membro da equipa de ciclismo dos Anjos, os Bike Angels.
A história deste passeio começou em 2010 com Nelson Rosado, que convenceu um grupo de amigos, apaixonados pelas duas rodas, a fazerem a ligação de 180 kms entre o Seixal e Terena de bicicleta, numa viagem que durou cerca de seis horas. A coisa correu tão bem que no ano seguinte o trajecto foi integrado na preparação da MEO Team para o Titan Desert, levando assim parte da equipa – Nélson e Sérgio Rosado, Pedro Duque, Nuno Margaça, Paulo Quintans e Vítor Gamito – a fazer esse mesmo trajecto. Em 2012, e sob condições climatéricas difícéis, Nelson Rosado fez o percurso sozinho, contando apenas com a ajuda de um carro de apoio. Em 2013 resolveu subir a fasquia.

Assim, desta vez qualquer um está convidado a pedalar com os Anjos nos próximo dia 6 de Abril, para edição deste ano. Para isso basta contactar a organização deste evento para saber mais pormenores através do site criado para o efeito. A partida acontecerá às 9h, junto ao mercado de Fernão Ferro e o percurso passará por Palmela, Poceirão, Pegões, Vendas Novas, Montemor-o-Novo, Évora e Redondo.

O evento não tem qualquer tipo de organização oficial, pelo que quem quiser participar estará por sua total autonomia, até em termos de alimentação ou carro de apoio, devendo ainda poder manter uma velocidade média a rondar os 27 kms/h. Ainda assim o grupo contará com o apoio da GNR a partir do Redondo e haverá uma pequena estrutura de apoio à chegada a Terena, nomeadamente com local para duches.

Comentar

comentários

Leave a comment

Your email address will not be published.


*