VÍDEO: Mude de posição na bicicleta e ganhe minutos!

Specialized testou quatro posições para pedalar e os resultados são evidentes

Num teste realizado num túnel de vento, a Specialized comprovou que alterar a posição em cima da bicicleta pode traduzir-se em 6 minutos de diferença ao longo de 40 quilómetros, um estudo verdadeiramente importante especialmente para triatletas, para quem uma prova se ganha ou se perde por uma questão de segundos.

Para começar foi testada a posição de condução mais relaxada, com a pega na parte central do guiador. É tida como a posição mais relaxada, mas também a que origina maior resistência ao vento. Todas as comparações foram efectuadas a partir dos dados obtidos nesta posição de condução.

3a

Baixando um pouco a posição do corpo, o ciclista colocou então as mãos no topo das manetes de mudanças. Aqui já se notou uma redução de 6% na força de arrasto, o que se traduziria num ganho de 90 segundos ao longo de 40 kms.
1a

Em seguida, baixou-se ainda mais a pega, para a parte inferior do guiador, uma posição mais exigente, mas que, baixando o centro de gravidade, oferecer menor resistência ao vento. Aqui registou-se, no túnel de vento, menos 5% de força de arrasto em relação à posição anterior, com menos 65 segundos ao longo de 40 kms.
2a

Para terminar, o ciclista adoptou a posição de contrarelógio, apoiando os braços  – não as mãos – no centro do guiador, conferindo ao corpo a posição mais aerodinâmica do ciclismo, de contra-relógio. Menos 15% de resistência ao vento e um ganho de três minutos ao longo dos mesmos 40 kms.
4a

Não é uma novidade absoluta, claro, mas desta vez vem com números. Baixando a posição do corpo consegue-se uma diminuição de resistência ao vento a rondar os 25%, podendo-se fazer 40 quilómetros em menos seis minutos.

Confira o vídeo da Specialized com todos os dados.

Comentar

comentários

Leave a comment

Your email address will not be published.


*